Policial penal é condenado a 37 anos de prisão por assassinato

Estudante de direito, de 24 anos, foi morto a tiros em uma festa

Policial penal é condenado

Foi condenado a 37 anos de prisão, nesta quarta-feira (24), o policial penal Luiz Fernando Figueiredo Aquino, acusado de matar a tiros o estudante de direito Vinicius Afonso Silva Cordeiro, de 24 anos, em Montes Claros, no Norte de Minas.

Além do assassinato do universitário, o policial penal foi condenado por três tentativas de homicídio. Todas as vítimas foram baleadas por ele durante uma festa em abril de 2016 na cidade.

Além disso testemunhas relataram à polícia que a briga começou por causa de uma bebida, depois que Luiz teria pegado uma cerveja na mesa de Vinícius sem autorização. Os dois começaram a discutir quando Luiz Fernando sacou o revólver e atirou cinco vezes. Um dos alvejados é um policial civil que tentou parar a confusão. O estudante de direito morreu ao dar entrada no hospital.

Como resultado o policial penal segue detido no presídio de Bocaiúva.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − 3 =

Traduzir »