Jovem declarado morto volta à vida antes de procedimento para doação de órgãos

Um jovem teve lesões cranianas severas após ser atropelado por uma van, na cidade inglesa de Leek, no dia 13 de março, e os médicos disseram à família que ele havia sofrido uma “morte do tronco encefálico”. No entanto, prestes a realizar um procedimento para doação dos órgãos, ele deu sinal de vida.
jovem

De acordo com o tabloide britânico Metro, a família de Lewis Roberts, de 18 anos, já havia concordado em doar os órgãos dele a sete pessoas, mas durante a espera para a realização do procedimento, sua irmã, Jade Roberts, decidiu incentivá-lo a respirar por conta própria e exatamente no momento em que ela fez isso, ele respondeu respirando, conforme mostra um vídeo que a própria irmã do rapaz postou em seu Facebook.

“Esta manhã, pretendíamos nos despedir. Ele foi oficialmente declarado morto ontem. Segurei a mão de Lewis e pedi para ele respirar após uma contagem até 3. Quando eu disse ‘1, 2, 3, respire’, uma linha marrom apareceu [no aparelho médico]”, explica Jade.

Ela conta que os médicos explicaram que talvez fosse algum problema no aparelho, e acabaram convencidos de que talvez fosse isso mesmo, mas quando chegou em casa, recebeu uma ligação do hospital dizendo que o irmão estava mesmo respirando.

Uma semana depois, ela chegou a compartilhar que o irmão havia conseguido passar um dia inteiro sem utilizar um ventilador pulmonar, mas ele acabou precisando voltar a respirar por aparelhos. Apesar de sua melhora, o estado de Lewis ainda é grave e a família tenta arrecadar dinheiro por meio de um financiamento coletivo para pagar o tratamento.

Fonte: Istoé

Você pode gostar...

Traduzir »