Japão informa detecção de uma nova variante da Covid-19, com mais de 90 casos

Japão inaugura centro de testagem para Covid-19 em aeroporto
Centro de testagem para Covid-19 em aeroporto no Japão

Japão informou, nesta sexta-feira (19), a detecção de uma nova variante da Covid-19. Segundo o Instituto Nacional de Doenças Infecciosas do país, a nova cepa “parece ter se originado no exterior, mas é diferente de outros tipos que foram encontrados esporadicamente no Japão”.

A cepa foi encontrada em 91 casos do novo coronavírus na área de Kanto, no leste do Japão, e em 2 casos em aeroportos, disse o secretário-chefe do gabinete do premiê, Katsunobu Kato, a repórteres.

O governo do país está aumentando a vigilância contra novas variantes, que podem ser mais resistentes às vacinas, que o Japão começou a distribuir esta semana.

“Pode ser mais contagiosa do que as cepas convencionais e, se continuar a se espalhar internamente, pode levar a um rápido aumento de casos”, disse Kato.

Segundo as primeiras informações, a nova cepa tem a mutação E484K na proteína spike do vírus, que foi encontrada em outras variantes, o que pode prejudicar a eficácia das vacinas.

Segundo o Ministério de Saúde do Japão, o país já notificou 151 casos acumulados das três variantes que foram identificadas anteriormente no Reino Unido, África do Sul e Brasil. Ao todo, o país já teve cerca de 400.000 casos de Covid-19 com 7.194 mortes.

Surto entre imigrantes detidos

Também nesta sexta, foram divulgados detalhes sobre um surto da Covid-19 em uma instralação que para imigrantes detidos no país, com 5 funcionários e 39 estrangeiros testando positivo.

Todos os 130 detidos na instalação foram testados para o vírus, de acordo com um porta-voz do Escritório Regional de Imigração de Tóquio. Nenhum dos casos é grave e todos os detidos infectados permanecem em quarentena de outros.

O representante não quis comentar sobre a nacionalidade dos detidos infectados, citando questões de privacidade.

O sistema de detenção do Japão para violadores das leis de imigração e requerentes de asilo tem sido amplamente criticado por seus padrões médicos, monitoramento de detidos e resposta a emergências.

“Muitos detidos estão trancados em espaços pequenos e fechados”, disse Motoko Yamagishi, chefe de um grupo de direitos dos migrantes. “É lamentável que tal surto tenha acontecido no centr

FONTE: CNNBRASIL

Você pode gostar...

Enviar Mensagem
Estamos online!