Morte de um dos protagonistas de Grey’s Anatomy na 17ª temporada choca fãs

Episódio da nova temporada faz ‘crossover’ com a série ‘Station 19’

A 17ª temporada de Grey's Anatomy começou a ser veiculada em dezembro de 2020
Legenda: A 17ª temporada de Grey’s Anatomy começou a ser veiculada em dezembro de 2020
Foto: reprodução/ABC

Se você é um dos que acompanham Grey’s, mas ainda não conferiu o novo capítulo, a recomendação é não continuar nesse texto. Os próximos parágrafos trazem a revelação do andamento da história nesse novo retorno. Ou seja, os próximos spoilers são por sua conta e risco. Combinado?

Agora, em mais um crossover com a série Station 19, que mostra um heroico grupo de bombeiros de Seattle, os roteiristas de Grey’s Anatomy resolveram apostar em uma nova morte, levando embora o Dr. Andrew DeLuca, interpretado por Giacomo Gianotti. Vale lembrar que crossover é a estratégia usada para unir duas séries por meio de uma história.

Como Andrew DeLuca morreu?

Para entender o desdobramento, basta seguir até o episódio mais recente de Station 19. Por lá, DeLuca e a irmã, Carina (Stefania Spampinato), lidam com Opal (Stephanie Kurtzuba), personagem traficante de jovens que já surgiu em Grey’s Anatomy.

 

Personagem Andrew DeLuca em Grey's Anatomy
Legenda: Andrew DeLuca foi personagem recorrente na série durante sete temporadas
Foto: reprodução/ABC

Com a decisão de seguir Opal, DeLuca e Carina pedem reforços a Maya (Danielle Savre). Entretanto, durante confronto em um trem, o médico é esfaqueado e encaminhado ao Grey Sloan Hospital. Atendido às pressas, ele não consegue sobreviver após a cirurgia.

Ainda durante o episódio, DeLuca faz outra aparição. Ele se reencontra com Meredith Grey (Ellen Pompeo) em uma praia paradisíaca, espécie de “sonho” no qual a personagem entrou ao lutar contra a Covid-19.

“Não importa o que aconteça. Quero que você saiba que eu nunca me senti tão visto como da maneira que você olhou para mim”, diz DeLuca à protagonista.

Roteirista explica morte

Segundo a roteiria da série, Krista Vernoff, a decisão de matar o personagem será benéfica para a história. “Eu não queria matá-lo na temporada passada, pois ele passou por uma crise de saúde mental e eu queria mostrar como as pessoas podem superar isso”, contou, de início, ao The Hollywood Reporter.

Ela conta que a decisão surgiu durante a definição da nova temporada. “Quando essa ideia veio pra mim, foi quando percebi como passamos por essa quarentena de coronavírus, mas as outras tragédias não param de existir por causa disso. A vida continua”, completou.

Para Giacomo Gianiotti, a partida do personagem ocorreu após um ato de bravura. “Participei da série por sete temporadas e é uma ótima forma de sair. Com o crossover, conseguimos passar mais tempo com DeLuca. Sou um contador de histórias, então a melhor história sempre vence”, opinou.

Veja também:

Você pode gostar...

Traduzir »