Falta de combustível, consumidores fazem filas em postos em BH

Transportadores desse tipo de produto paralisaram atividades pedindo redução de imposto

Falta de combustível,

Motoristas aguardam para abastecerem carro em BH; já há falta de gasolina em alguns postos

Falta de combustível

Alguns postos de Belo Horizonte já registram falta de combustíveis nesta sexta-feira (26). Com a greve dos tanqueiros e as grandes filas formadas desde as primeiras horas do dia nesses locais, a bomba de gasolina de um posto da região Centro-Sul da capital mineira, por exemplo, ficou vazia durante a tarde.

Itatiaia constatou que, em alguns postos em BH, falta gasolina e o estoque de etanol está baixo.

Leia também: Governo de MG rejeita apelo de sindicato sobre imposto, e combustíveis vão ficar ainda mais caros

Os transportadores de combustível paralisaram as atividades no estado nesta sexta-feira para reivindicar a redução de 15% para 12% no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços cobrado no diesel.

O Governo de Minas, responsável por arrecadar o ICMS, tem afirmado que as recentes mudanças nos preços dos combustíveis não são em função desse imposto, mas da política de preços praticada pela Petrobras. Além disso, o governo disse que se compromete em não aumentar a alíquota de ICMS até que seja possível trabalhar pela redução efetiva da carga tributária.

A reportagem da Itatiaia percorreu postos de combustíveis em várias regiões da capital mineira para acompanhar a situação enfrentada pelo motorista. Em um posto da avenida Nossa Senhora de Fátima, no bairro Lagoinha, na região Noroeste, uma gigantesca fila foi registrada ao longo de todo o dia.

Região Oeste

Em um posto da avenida Tereza Cristina, na região Oeste de Belo Horizonte, motoristas também encontram bastante fila. Neste ponto, o litro da gasolina sai por R$ 5,19, o litro do diesel por 4, 39 e o litro do etanol por R$ 3,75.

A motorista Aurea Barbosa, de 52 anos, ficou na fila por 40 minutos e, na hora que seria atendida, a luz do posto de combustíveis acabou.

“A situação está complicada. Começou a chover e as pessoas ficam ainda mais impacientes. Muita gente buzinando”, lamenta.

Região Centro-Sul

Em um posto de combustíveis localizado no encontro das avenidas Álvaro Cabral e Raja Gabaglia, na altura do bairro Santo Agostinho, na região Centro-sul da capital, o estoque de gasolina comum já chegou ao fim e não há previsão para reposição.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + quinze =

Traduzir »